intenção usando o poder do pensamento som de cristal

Intenção – Usando o poder do pensamento focado para nosso bem maior
", 22 de novembro de 2017"

Usar a intenção de forma positiva é compreender que nossa mente pode criar coisas maravilhosas em nossas vidas, uma vez que percebemos que tudo está interligado e conectado à Fonte Superior.

Segundo o dicionário Houaiss, a definição para a palavra intenção é: “aquilo que se pretende fazer; propósito, plano, ideia. Aquilo que se procura alcançar, conscientemente ou não; propósito, desejo, intento.”

Pode ser a intenção de visitar a mãe na próxima semana, trocar de carro quando for possível, conseguir o cargo de gerente ou perdoar os pais por tudo que eles fizeram.

Intencionamos todos os dias, todas as horas, quer estejamos conscientes disso ou não. E assim criamos a nossa realidade.

Então, porque é importante aprofundar o trabalho com a intenção?

Uma das respostas possíveis é: para ser cada vez mais consciente do nosso poder de criar a nossa própria realidade.

“O mundo inteiro está às vésperas de uma nova consciência, um novo poder e uma nova percepção dos recursos existentes dentro do indivíduo. O passado testemunhou o mais extraordinário progresso material da história. O presente irá produzir o mais grandioso progresso do poder mental e espiritual”.

A Chave Mestra, Charles F. Haanel 1

É grande a responsabilidade de quem quer criar de forma consciente. Nossas intenções de nenhuma forma podem se opor ao fluxo da vida, ao funcionamento da natureza e a sacralidade que está em cada ser senciente.

Por outro lado, todos carregamos um lado sombrio, do qual não gostamos de falar muito. E ele trabalha invertendo o real sentido da palavra intenção.

É o nosso ego, aquela parte de nós que pensa somente em si, tem pensamentos negativos e gosta de abusar do poder ou ser submisso. Ele nos diz que nossas intenções devem ser materiais, para satisfazer somente nosso conforto e bem-estar, sem levar em conta a natureza e os outros seres.

Se estes pensamentos nos dominarem, podemos até ter uma vida material de “sucesso”, mas sempre estaremos nos sentindo sós, tristes e desamparados.

Nossas intenções tornam-se superficiais. Passamos a usar o poder da nossa mente principalmente para atingir objetivos ligados ao poder, dinheiro ou sexo.

Passamos a ficar totalmente desconectados da Fonte Universal, sem a consciência de que estamos todos interligados.

Por outro lado, quando nos reconectamos a esta Fonte, nossa intenção maior passa a ser “que todos os seres estejam em paz, que todos os seres sejam alegres”.

intenção é a chave

Neste estado abrimos mão das coisas que já não servem, que fazem mal para nós mesmos e para os nossos relacionamentos.

Como diz Wayne Dyer em seu livro “A Força da Intenção” 2, se quisermos realmente tocar o verdadeiro poder da intenção, teremos de “abrir mão de me sentir ofendido, da necessidade de vencer, de estar certo, de ser superior ou inferior, de possuir mais e de ter apego a minha reputação”.

Um bom desafio abrir mão de tudo isso, não acham?

Mas vamos aos poucos e, a cada vez que abrimos mão de alguma coisa, nos sentimos mais conectados a Fonte Universal.

As situações passam a fluir melhor e dependem mais da qualidade da nossa conexão com a Fonte do que propriamente a nossa vontade de fazer as coisas acontecerem.

Quanto mais conectado estivermos, mais as coisas fluem da forma como tem que fluir, e assim teremos mais paz interior.

É neste estado que a conexão com o campo da intenção real se estabelece.

O campo da intenção real é puro Amor.

Quando estamos dentro dele entramos em contato com uma Força extraordinária, que tem o poder de nos transformar em seres humanos criativos e excepcionalmente bons.

Pode revelar potencialidades em nós mesmos que sequer imaginamos que existem, como por exemplo materializar nossas intenções cada vez mais rapidamente ou ser capaz de uma manifestação artística inesperada.

Quando acessamos o campo da intenção real, compreendemos profundamente que estamos conectados a tudo e todos, que somos Um.

Compreendemos que a nossa vontade está alinhada com a Vontade da Fonte Superior, de Deus, e nossa vontade é que a Vontade Dele seja feita.

Sentimos profundamente que somos amparados e ajudados todo o tempo, e que podemos materializar as nossas intenções uma vez que elas estejam alinhadas com a Vontade Divina.

O campo da intenção real é acessado somente no momento presente. Ele não existe no passado ou no futuro, que são construções mentais que nos afastam dele.

Quanto mais vivermos no agora, mais conectados estaremos a intenção real. Co-criamos nossa realidade trazendo para a nossa vida exatamente o que precisamos no momento.

A intenção real está alinhada com a Vontade Superior, com a nossa alma e o nosso destino. Ela sempre nos levará a cumprir o nosso propósito aqui na Terra, porque é a expressão da Verdade Suprema.

E ela nunca interferirá com nenhum outro Ser, porque diz respeito apenas a nós mesmos.

FOCO E INTENÇÃO

Atenção e intenção devem estar sempre juntas. A força da intenção vêm do foco e da concentração. Sem eles, nossa intenção pode ser fraca e não produzir os resultados desejados.

Quanto mais concentrados e focados no que queremos, mais rapidamente a intenção se materializará.

Do contrário, nossa dispersão enviará sinais conflitantes para o Universo, que naturalmente responderá da mesma maneira, e poderemos ter a sensação de que nossas intenções não se materializam.

Por outro lado, se praticarmos com afinco o foco e a concentração em nossas vidas, a possibilidade de transformar a intenção em realidade aumenta muito.

O som, a observação de si, a meditação, mindfulness, consciência corporal, entre outras são técnicas que podem nos auxiliar a desenvolver estas habilidades.

A CIÊNCIA DA INTENÇÃO

Os cientistas estão prestes a concluir que existe uma força presente em todos os lugares, em tudo o que vemos e tocamos, e também no invisível.

Alguns o chamam de Campo Unificado. Podemos imaginar que este campo é um reservatório inesgotável de força criativa, ordenada e coesa, disponível em todos os lugares para aqueles que possuem a chave para acessá-lo.

Vamos imaginar uma semente de um eucalipto. Nesta pequena semente reside todo o potencial que virá a ser uma grande árvore.

Ela nunca se transformará em morango ou laranja, e a força e inteligência da natureza se manifestará nele de forma perfeita.

A intenção na natureza é sempre certeira, e tudo é criado na perfeição.

Tudo que existe, visível ou invisível, faz parte de um campo que está em todos os lugares e que movimenta tudo, no qual estamos inseridos e nos influencia a todo momento.

Nas palavras da pesquisadora Lynne Mctaggart3:

“Não existe uma dualidade “eu” e “não-eu” do nosso corpo em relação ao Universo, mas apenas um único campo fundamental de energia. Esse campo é responsável pelas funções superiores de nossa mente, a fonte de informações que orienta o crescimento do nosso corpo. Ele é o nosso cérebro, o nosso coração, a nossa memória – na verdade, ele é um projeto do mundo para toda a eternidade.”

Este Campo Unificado têm sido objeto de pesquisa por cientistas do mundo todo, notadamente físicos e biólogos.

Eles estão chegando a conclusão de que este campo onipresente é a única realidade que existe, e isto muda radicalmente a forma como pensamos.

A partir de agora, podemos nos ver como participantes conscientes deste lindo processo chamado vida, co-criando segundo nossas intenções divinas.

No livro “O Experimento da Intenção”, a autora Lynne Mctaggart fala de vários experimentos científicos que comprovam o efeito da intenção focada em diversas situações, em seres humanos, objetos ou situações.

Uma das pesquisas que mais chama a atenção é a do Dr. William Tiller, físico americano que vêm trabalhando durante anos com o poder da intenção. Criador da Psicoenergética, um novo ramo que, segundo ele:

“… envolve a expansão da ciência tradicional para incluir a consciência e a intenção humanas como capazes de afetar significativamente as propriedades de materiais (vivos e não vivos) e do que chamamos de realidade física.”4

Ele desenvolveu um equipamento eletrônico chamado “Intention Host Device” (IHD – Dispositivo Hospedeiro de Intenção), que tem a capacidade de ser programado com uma determinada intenção que depois pode ser reproduzida para onde o aparelho for levado.

Para provar sua tese, Dr. Tiller usou um vaso com água e se propôs a mudar o seu PH (aumentando ou diminuindo) através do IHD. Ele conduziu centenas de experimentos parecidos, todos com sucesso.

Cientistas mais conscientes tem demonstrado de forma consistente que a intenção humana pode afetar de maneira significativa o seu meio ambiente.

 Com o passar dos anos, veremos ainda mais provas de que a intenção focada funciona de fato.

COMO UTILIZAR A INTENÇÃO A NOSSO FAVOR

A intenção faz parte da minha prática há alguns anos.

Neste período, muitas intenções se realizaram. Outras não.

A casa onde moramos hoje, um sonho para nós, foi fruto de um intenso trabalho com a intenção focada.

Já um projeto que achava extremamente importante foi o foco das minhas intenções por meses. Ao final, ele acabou e assim não foi realizado.

Lição aprendida: nem sempre o que eu quero e desejo para mim (minha intenção), é o melhor para mim.

Compreendi que nossas intenções, para serem mais efetivas,  devem sempre estar em um contexto maior que declara: “… desde que esteja de acordo com a Vontade Divina para a minha vida”.

Assim, se nossa intenção vai contra nossa natureza divina e o cumprimento da nossa missão aqui na terra, de alguma forma ela não se realizará (ou se realizará mas ficará uma sensação de vazio).

Não existe nenhuma regra para declarar uma intenção. Normalmente, num mesmo momento de nossa vida temos muitas intenções.

Você pode estar doente física, mental ou emocionalmente. Pode desejar mudar de profissão, emprego ou relacionamento. Pode querer uma nova casa ou um carro novo. Muitas destas coisas podem acontecer ao mesmo tempo.

Todas estas situações podem gerar intenções.

E para que elas sejam mais efetivas, sugerimos que você a escreva em um pedaço de papel.

Prefiro formular a intenção com uma frase curta e objetiva. Facilita a lembrança, a concentração e o foco.

Esta frase capta o futuro e o declara como presente, como se estivesse acontecendo agora.

Ao invés de declarar “eu quero trabalhar com o que amo alinhado com meu propósito”, eu declaro “eu trabalho com o que amo fazer e alinhado ao meu propósito”.

Se você colocar uma emoção para começar a frase, sua intenção ficará ainda mais poderosa. “estou muito feliz e realizado porque trabalho com o que amo fazer e alinhado ao meu propósito”.

Você tem alguma intenção pedindo para ser formulada? Algo que você deseja profundamente? Escolha dentre as várias a mais importante no momento e formule a sua intenção.

Se outras vierem, escreva em um papel a parte para que você possa trabalhar com elas mais tarde.

Coloque a frase em suas meditações. Se você não medita, pense em começar, de alguma forma. Trabalhar com a intenção é uma forma de meditação.

INTENÇÕES PARA OUTRAS PESSOAS E SERES

Todos somos seres compassivos e estamos prontos para ajudar sempre que necessário.

Usar a intenção focada é uma ótima forma de ajudar nossos entes queridos, pessoas, animais, a natureza.

O mais importante quando formulamos a intenção para outras pessoas ou situações, é não querer mudá-las, não desejar que a realidade seja diferente do que é.

Por exemplo, se tenho uma dificuldade de relacionamento com a minha mãe que me incomoda bastante, a intenção poderia ser “eu estou feliz porque minha mãe está doce com as palavras”. Esta frase significa que eu quero e desejo mudar a minha mãe. E já sabemos que isto não funciona!

Melhor será escrever assim a intenção: “eu estou feliz e em paz porque vejo a minha mãe de uma forma totalmente nova e amorosa”. Esta frase significa que ao se realizar, esta intenção criará uma transformação interior.

Assim envio amor puro e incondicional para a pessoa, e em nenhum momento espero que ela mude de alguma forma.

Minha mãe pode continuar sendo dura e amarga com as palavras, que eu a amarei assim mesmo.

Usar o campo da intenção real direcionado para outras pessoas ou seres faz que com que pratiquemos a compaixão.

Também podemos direcionar nossa intenção para grupos de pessoas, situações, países, etc…

Muitas vezes nos sentimos incapazes de ajudar em caso de grandes tragédias, como ataques terroristas, tsunamis, terremotos, acidentes aéreos, etc.

Nestas situações, para trabalharmos de forma efetiva temos de exercitar não julgamento Isto faz com que, nas diversas situações que testemunhamos, vítimas e vilões seres mereçam nosso amor igualmente.

“Eu sinto o Amor envolvendo todas as pessoas nesta situação (descrever)” é uma declaração poderosa e que só pode ajudar, só pode contribuir para que aquela situação se resolva da melhor forma possível para todas as partes.

Ao suspendermos nosso julgamento sobre a situação para apenas enviar amor, criamos uma rede invisível que pouco a pouco desperta no coração de cada um. Compartilhamos a mesma e eterna essência, que é o Amor.

Assim, o campo da intenção real criado para ajudar os outros e ao planeta é um campo de puro Amor.

Eu posso fazer isso. Você pode fazer isso. Agora imagine milhares de pessoas fazendo isso juntas!

Tenho a convicção de que este é um poder extraordinário e que pode contribuir de maneira decisiva para salvarmos e restaurarmos nosso planeta.

O SOM EXPANDINDO A INTENÇÃO

O poder do som, quando criado com consciência, é extraordinário.

Jonathan Goldman, conhecido pioneiro no campo do “sound healing” (cura pelo som) nos EUA, cunhou uma “equação”5:

Frequência + Intenção = Cura

A tese é a de que o som produzido de forma consciente se transforma na onda portadora das nossas intenções.

Quanto mais pura a nossa intenção, quanto maior a nossa capacidade de produzir o som de forma consciente e presente, maior o impacto na nossa transformação pessoal e na transformação planetária.

No meu caso, o som que produzo é o das tigelas de cristal de quartzo.

Toco as tigelas sempre com intenção focada, e sempre a escrevo em um pedaço de papel e coloco dentro dela.

Você pode produzir qualquer tipo de som. O segredo é apenas “intencionalizar” o som. E pode ser a sua própria voz, é claro.

Faça a experiência. Produza um som junto com a sua intenção e veja o que acontece. Faça a mesma coisa por pelo menos uma semana e observe os resultados.

Oferecemos aqui na Som de Cristal uma possibilidade gratuita para você experimentar o poder da intenção focada, seja pessoal ou direcionada para o coletivo.

É o nosso projeto Transmissões Cristalinas, que cria um ambiente para que cada um de nós faça uma meditação coletiva sincronizada, com intenção focada, usando o poder de expansão do som das tigelas de cristal de quartzo.

Na verdade ele é um experimento, onde cada pessoa se conecta nesta grande rede e utilizamos o poder gerado para o nosso próprio benefício e para o benefício de todo o planeta.

Você está mais do que convidado a conhecer e participar desta experiência. Basta clicar aqui para conhecer mais e se inscrever para a próxima meditação.

PARA TERMINAR

Fiquei bastante surpreso quando comecei a estudar o poder da intenção, pois não imaginava que o alcance seria tão vasto e abriria tantos portais.

Descobri que temos uma grande chave em nossas mãos, cada um de nós. Esta chave abre as portas da materialização de um mundo melhor, começando sempre por nós mesmos.

Cabe a nós construir um mundo melhor, mais harmonioso, mais cheio de amor, perdão e compaixão.

Tudo isto está em nossas mãos e mentes quando nos conectamos ao campo da intenção real.

“Intento é uma força que existe no Universo. Quando aqueles que vivem na Fonte evocam o intento, isso vem até eles e prepara o caminho para a consecução, o que significa que eles sempre realizam o que desejam fazer.”6

Luiz Pontes – Novembro/2017

Compartilhe este artigo sempre citando a fonte.

 

Referências

  1. Haanel, Charles F. – A Chave Mestra. Editora Best Seller, pg 15
  2. Dyer, Wayne W. – A Força da Intenção. Editora Nova Era, pg 111-115
  3. McTaggart, Lynne – O Experimento da Intenção. Editora Rocco, pg 15
  4. Website Institute for Psychoenergitic Science https://www.tillerinstitute.com/index.html (Novembro de 2017)
  5. Goldman, Jonathan – The 7 Secrets of Sound Healing. Hay House, pg 31
  6. Dyer, Wayne W. – A Força da Intenção. Editora Nova Era, pg 18

Faça seu comentário

Comentários