A história da cerimônia de harmonização global

Celebrando a entrada das estações: a história da Cerimônia de Harmonização Global
", 14 de setembro de 2017"

As tigelas de cristal potencializam intenções focadas na Cerimônia de Harmonização Global.

A humanidade celebra os quatro ciclos das estações há milênios, de muitas formas diferentes.

Nestas datas, chamadas Solstícios e Equinócios, milhares de pessoas ao redor do mundo reúnem-se em pequenos grupos para celebrar a chegada de um novo ciclo.

Nós também fazemos isso, quatro vezes por ano, numa celebração chamada Cerimônia de Harmonização Global.

Conheça a história deste grupo, que reúne pessoas ao redor do mundo que tocam suas tigelas de cristal para potencializar intenções de cura para nosso planeta através do som.

COMO COMEÇOU

Sua origem remonta ao ano seguinte da tragédia de 11 de Setembro nos Estados Unidos.

Em um dia de Setembro de 2002, um grupo de pessoas se reuniu em Seattle para tocar tigelas de cristal de quartzo e didgeridoos, e o que eles almejavam era criar mais harmonia na terra, especialmente para todos os americanos que viviam o luto e a tristeza gerados por aquele evento.

Neste dia, após experimentar a poderosa vibração gerada por 21 tigelas de cristal de quartzo e 21 didgeridoos, tocados por três horas seguidas, o americano Daniel Brower sentiu como o som era poderoso, e comprometeu-se consigo mesmo a expandi-lo cada vez mais ao redor do planeta.

Mas a história começou antes, em 1994, quando ele adquiriu as primeiras duas tigelas. Em 2000 completou o seu conjunto, comprando as outras cinco notas musicais faltantes.

Quando as sete ressoaram juntas, ele e os amigos ficaram impressionados com o poder do som gerado. A partir daí foi natural começar a oferecer meditações e atividades com as tigelas de cristal, e surgiu o convite para tocar no evento de Seattle.

O próximo passo foi começar a viajar para expandir o som das tigelas de cristal de quartzo pelo mundo.

E em 2003, no pé de uma montanha sagrada chamada Monte Uritorco, quis o destino que ele se encontrasse com Dom Hugo Jaime, um descendente dos indígenas de Córdoba, na Argentina.

Dom Hugo é o guardião de um lugar sagrado chamado “Posta del Silencio”, e quando a tigela que Daniel sempre levava consigo ressoou naquele lugar sagrado, Dom Hugo reconheceu que estava frente a um instrumento muito poderoso.

Disse para Daniel: “Este som precisa estar em mais seis lugares do planeta, em cerimônia, para ajudar a equilibrar as energias do céu com as energias da terra“.

E completou: “Os lugares são: Peru, México, Egito, Russia, Tibete e algum lugar no sul da França“.
Daniel não tinha a menor ideia de como iria levar o som das tigelas para todos estes lugares, e não conhecia quase nada a respeito deles.

Sabia que esta era uma ideia poderosa, e pensou em potencializá-la ainda mais. E se todos estes sete lugares fizessem a cerimônia todos no mesmo dia e horário?

Perguntou a opinião de Dom Hugo, que respondeu: “Isto pode mudar a consciência da humanidade“. Estava plantada a semente da Cerimônia de Harmonização Global.

Sua missão estava clara. Ele sentiu que deveria devotar os próximos anos para levar um conjunto de sete tigelas de cristal de quartzo para cada um dos locais intuídos por Dom Hugo Jaime.

Com quase nenhum dinheiro no bolso e guiados pelos anjos que o acompanham, Daniel começou a viajar. Durante a jornada testemunhou muito milagres, com as condições e pessoas certas aparecendo na hora certa.

Em cada local, ensinava as pessoas a tocar e estabelecia a Cerimônia de Harmonização Global como uma atividade que todos fariam juntos, mesmo dia e horário, sempre na entrada das estações.

Em Setembro de 2008 finalizou sua missão com incrível sucesso. Além de deixar tigelas em todos os lugares, formou a semente de uma família global de pessoas que tocam as suas tigelas de cristal em círculo, em cerimônia.

NO BRASIL

Durante a sua peregrinação esteve no Brasil, em Novembro de 2006. Foi a primeira vez que ouvimos as tigelas de cristal ressoarem. O impacto foi profundo e duradouro.

Começamos a trabalhar com o som das tigelas em Maio de 2008, e no ano seguinte já fazíamos a nossa primeira Cerimônia de Harmonização Global, que aconteceu no hall do restaurante João do Grão, em Cotia, SP.

cerimonia harmonização solstício inverno 2009

Em Setembro de 2009 viajamos para a cidade de Cappilla del Monte, na Argentina, para o Primeiro Encontro Mundial do Círculo do Som.

Uma semana devotada a diversos tipos de cerimônias, todas utilizando tigelas de cristal.

O ponto alto foi a Cerimônia de Harmonização Global do Equinócio de Primavera de 2009, que fizemos juntos com pessoas do mundo inteiro.

encontro circulo do som

Assim nascia a família global do Círculo do Som, que se encontraria nos anos seguintes, sempre no Equinócio de Primavera, em países diferentes.

Aqui no Brasil ela é feita no Parque Ibirapuera, em SP, deforma ininterrupta desde Dezembro de 2009.

A partir de 2016 outras cidades do Brasil manifestaram o interesse em fazer a cerimônia, e assim lugares como Florianópolis, Santos, Maceió, Rio de Janeiro, Passa Quatro, Chapecó começaram a fazer suas próprias cerimônias, sempre conectados no mesmo dia e horário.

Se você tem interesse em realizar a cerimônia em sua cidade, entre em contato conosco clicando aqui.

PORQUE FAZEMOS

Esta cerimônia é feita por vários grupos ao redor do mundo de forma sincronizada (mesmo dia e hora) porque acreditamos no poder da intenção focada.

As intenções que todos trabalhamos de forma conjunta são:

Harmonia

Aceitação

Unidade

Alegria

Compaixão

Apreciação

Amor

E sempre, para completá-las, colocamos: “… entre todos os seres do planeta”.

Quando nos reunimos com as mesmas intenções, criamos um campo que se expande com o arco-íris de frequencias geradas pelas tigelas de cristal e outros instrumentos sagrados. Trabalhamos para equilibrar as energias do céu e da terra, trazendo mais luz e amor a cada vez que nos encontramos.

Saudamos a nova estação como um novo ciclo, relembrando a nós mesmos a importância de vivermos em conexão com a natureza.

Acreditamos que o som do quartzo e de outros instrumentos sagrados tem o poder de amplificar e direcionar as nossas intenções, e esta é a nossa contribuição para o momento delicado em que nosso planeta se encontra.

Deixo aqui com você quatro pequenos vídeos que dão uma ideia de como é a nossa cerimônia. Eles estão na sequencia de como acontecem.

Desfrutem!

Namastê!

Faça seu comentário

Comentários